SEO em blog: Dicas para um bom artigo

SEO Blog

SEO em blog: Dicas para um bom artigo

Um Artigo para  Blog é um documento que não se deve limitar a escrever por escrever, só porque nos dizem que é requisito criar conteúdo na internet.

Antes de mais, o blog é uma plataforma de comunicação e de eleição porque reafirma a autoridade que a nossa marca tem junto de quem a segue,  e por outro lado, é por essa via que nos relacionamos com quem encontra na nossa abordagem informação de interesse.

 

Obviamente que é “obrigatório” adotar técnicas de escrita que permitam que os artigos alcancem as pessoas que se identifiquem com o tema, conforme já tem sido “dito” nos nossos artigos anteriores.

 

A correta utilização de “palavras-chave” ao longo do texto e o tipo de linguagem utilizados, serão determinantes para ditar se o seu artigo cumpre as boas práticas de marketing digital, no que respeita a SEO – Procurar Engine Otimization.

 

De uma forma simplificada e traduzido para português, SEO significa otimização de conteúdos para a Web, na medida em que ao escrever qualquer artigo de blog, devemos ter sempre a capacidade inerente de escolher as palavras e termos que são “chave” bem como as palavras adjacentes, que melhor impactarão a classificação do seu artigo em motores de pesquisa, como o Google, Bing ou o Yahoo

Estas palavras chave, tecnicamente conhecidas por “Keywords”, referem-se àquelas que coincidem com as que as pessoas utilizam na barra de pesquisa quando querem obter informação, por exemplo sobre uma marca ou determinado produto/serviço com intenção de o adquirir. 

 

Se não sente aptidão para escrever mas necessita de o fazer para cumprir os objetivos inerentes ao Marketing Digital, não escreva sem antes desenvolver competências de Web Copywriting e de Técnicas Avançadas SEO! Quem escreve artigos de blog SEO, deve ter habilidade para a escrita e que saibam, através do seu discurso, manter o leitor interessado.

 

Quando estiver a redigir o seu artigo, lembre-se sempre que este vai ser lido por pessoas e não por motores de pesquisa. Como tal, deixo um alerta: cuidado com a otimização excessiva! Pois poderá tornar o texto aborrecido e sem personalidade, para quem o está a ler.

 

✅ Sejamos realistas, alguém aqui gosta de ler artigos que parecem ter sido escritos por e para robots? 

 

Quando lemos gostamos nos sentir envolvidos pelo texto, mas acima de tudo, pela forma como se nos apresentam as coisas e nos “tocam”. 

Tenha sempre em atenção, que deve ser claro e conciso e usar um discurso atrativo e persuasivo o suficiente para incentivar alguém a ler o restante. A linguagem utilizada, por sua vez, deverá estar sempre em conformidade com a imagem da empresa e o tipo de comunicação que a mesma utiliza noutras plataformas. Este aspeto, entre tantos outros, ajuda no estabelecimento do processo de notoriedade da marca ou empresa.

 Quanto mais “florearmos”, maior é a  probabilidade das pessoas desistirem do resto da leitura.
Por sua vez, se as pessoas compreenderem o que se lhes está a ser dito e gostam do seu texto, terão mais predisposição para partilhar o artigo, gostar, tweetar ou postar em plataformas digitais.

 

✅ E em que é que isso o beneficiará? – Nas suas classificações do Google Analytics que subentende que gerou conteúdo de valor pois as pessoas interagem das mais variadas formas.

Era uma vez um artigo de blog 🙂 ...

📌 Pense bem antes de escrever!

Como em tudo na vida, devemos sempre pensar antes de partir para ação. Na elaboração de um artigo de blog SEO, não é exceção. Antes de publicar ou escrever o que quer que seja, deve perguntar a si mesmo, o que quer contar aos seus leitores, qual a finalidade do artigo escrito e o que pretende com o mesmo. 

📌 Dê estrutura ao seu artigo
Comece seu artigo com a criação de uma estrutura clara, com princípio, meio e fim. Feito isto, comece a escrever o que pretende por fase da estrutura que delineou.

📌  Use parágrafos!
Saber usar parágrafos é fundamental. Parágrafos podem e devem ser usados sempre que faça sentido. Opte por usá-los sempre que pretende dar ênfase a uma ideia ou a um assunto principal.

📌 Aplique subtítulos
É através dos subtítulos que se estrutura uma página inteira e se consegue ajudar o Google a perceber os principais tópicos que estão a ser abordados em determinado artigo. O que é que isto significa?
Significa que se quer que as pessoas encontrem o seu artigo, deve sempre dar uso aos subtítulos e, sempre que possível, utilizar as palavras-chave, nesses mesmos subtítulos.

📌 Inclua palavras de sinalização
Palavras de sinalização são, tal como o nome indica, palavras que ajudam o leitor a compreender as ideias principais do seu artigo.
Alguns exemplo de palavras de sinalização são: “primeiro de tudo”; “em segundo lugar” ; “finalmente”; “no entanto”; “consequentemente”, entre outras.

📌 Teste o seu artigo, mostre-o a outras pessoas antes de publicar! 

Mostre sempre o seu artigo a outras pessoas antes de o publicar. Para além de poder evitar “algumas gralhas”, consegue ter perceção se a ideia do artigo está a ser transmitida corretamente.

📌 Cuidado com o tamanho do seu artigo
Nem tudo ao mar nem tudo à terra, costuma-se dizer. Encontre o equilíbrio, o seu artigo não deve ser nem curto demais (mínimo de 300 palavras), nem longo demais.

📌 Estabeleça ligações para conteúdo anterior
Sempre que haja algum assunto que já tenha sido falado anteriormente num outro artigo, deve estabelecer ligação e reencaminhamento para esse mesmo artigo. Não só demonstrará conhecimento de causa, como revelará uma certa autoridade relativamente ao assunto em questão.

📌 Seja regular nas publicações, tanto quanto possível
Tente manter o blog da sua marca, tão ativo quanto possível. Dessa forma, o Google conseguirá rastreá-lo com maior frequência e consequentemente, isso irá ajudá-lo nas suas classificações de pesquisa. Se também quiser saber como deve criar o seu blog em poucos passos, leia este artigo

 

🔴 Lembre-se: O conteúdo é rei! Escreva sempre artigos bons. Muito bons!

Sónia Pereira
Iniciar conversa
1
não hesite em falar connosco!
Olá!
Não hesite em falar connosco, encontramo-nos ao dispor.